terça-feira, 21 de outubro de 2008

Lágrimas de crocodilo.



Tenho nojo dos seres humanos.  Em especial daqueles que tiveram o desprazer de nascer em nosso país - a Zâmbia - e em outras aberrações subdesenvolvidas de pseudopaíses.  O assunto do momento é única e exclusivamente a perda do bebê da tal da Ivete Sangalo e as adolescentes obtusas -  uma morreu e outra ficou deformada por intoxicação aguda por chumbo.
É nojento.  Não consigo acreditar que alguém se interesse pelo fato de uma pessoa que só sabe cantar e lucrar em cima do mau gosto musical alheio ter perdido seu bebê.  Ela é sua amiga?  Sua namorada?  Sua parente?  Ela já te falou "oi"?
E a Eloá de Santo André?  A vítima de sequestro?  Já viu mais gorda?  Namoraria?  Seria sua amiga?



Que diferença faz nas suas vidas se uma perdeu o bebê (Que benção pro mundo!  Um Júnior ou uma Wanessa Camargo a menos!)?  Que diferença faz se a outra morreu e a outra ficou ass-faced?
PREOCUPEM-SE COM AS SUAS VIDAS!!!!   Garanto que é mais importante!
Chore por não ter uma poupança, por seu filho não ter tomado vacina.  Chore pelo atendimento que o SUS (e o seu conveniozinho também) te oferece!  Chore por ser obrigado a assistir Zorra Total e congêneres se não tem TV paga.  Chore mais se tiver TV paga também, já que paga milhões para assistir a programação de segunda categoria.  Chore pelas taxas de juros abusivas do SEU país ou pelo irrisório investimento dessa porcaria de nação (Hein?) em pesquisa científica, apesar dos HERÓICOS esforços dos pesquisadores!



Chore pelo dinheiro dos seus impostos, que é usado para lastrear o dólar e fazer a filha do SEU presidente estudar na Sourbonne e pelo filho do SEU presidente passar de um patrimônio de 300 mil para 30 milhões durante o mandato do papai, ao invés de te fornecer saúde, educação e segurança.  Chore pelo dinheiro SEU que vira "fome zero", pra custear pinga e cigarros para vagabundos que NUNCA MAIS irão trabalhar na vida.



Chore pelos seus parentes mortos e doentes, pelos seus amigos vítimas de assaltos, estupros e sequestros. Chore até por sua empregada (semi-)analfabeta, que não tem noções mínimas de planejamento familiar e vive sua vida a parir filhos, que virarão vítimas de abusos sexuais e espancamentos nas mãos de um dos milhares de padrastos ou de trabalho infantil nas mãos da mãe.
E, principalmente, chore por achar que o feto abortado da cantora e a morte da piriguete fazem alguma diferença em sua vida.  Chore por ser mais uma ovelha no rebanho.  Grite "Bééeeééeéé" bem alto e...

CHORE MUITO.



Esse é você.  Você só não percebeu ainda...  E se você não consegue entender porque esse é você, TUT MIR LEID!


Antes que comece o show de asneiras nos comentários, esclareço que as fotos são referentes ao que EU sinto em relação a 99% de vocês.  Tut mir leid noch einmal.


Todos os direitos humanos que o Lindembergue merece...






Marcadores: , , , , , , , , , , , , , ,

2 Comentários:

Blogger Mr. Burns disse...

Você abomina o caso da garota pela superexposição da mídia, e a ridiculariza. Ela é sim só mais uma dos sei-lá-quantos casos de assassinato só daquele dia, mas isso não a torna desimportante... Ou então nenhum dos casos importa de fato e TODA a humanidade é inútil e substítiuvel. Nunca dá pra entender sua posição. (Mas geralmente beira o egoísmo)

11 de novembro de 2008 16:22  
Blogger Der Hexenhammer disse...

Simples, pequeno gafanhoto!

Você acabou de praticar uma falácia lógica conhecida. A Bifurcação ou "Preto e Branco". Ela acontece quando alguém, como você, apresenta apenas duas alternativas, quando na verdade existem ou podem existir outras.
Na verdade meus sentimentos sobre o acontecido são os seguintes:
1) Pela Eloá (e Lindemberg e demais envolvidos)? Não sinto nada. Não a (os) conheço e considero hipocrisia afirmar o contrário.
2) Pela mídia? Tenho nojo de sua postura.

Respondido, pequeno gafanhoto? Outra coisa. Se souber inglês, digite "monkeysphere" no google e entenda porque é uma óbvia falsidade fingir que se importa por pessoas desconhecidas.

Um abraço.

11 de novembro de 2008 20:22  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial