segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007

hortus in urbe


- leges sine moribus vanae -

Para aqueles que não sabem, começou hoje a cobrança de Zona Azul nos estacionamentos do Parque do Ibirapuera, aqui mesmo em San Paolo, capital da Zâmbia. A quantia de R$ 1,80 passa a ser surrupiada por nosso prefeito fariseu de cada cidadão que deseja aproveitar um dos poucos lugares civilizados deste burgo - a cada duas horas.
Detalhe mórbido: O tempo máximo de permanência nas vagas é de 4 horas. Aqueles que o excederem terão o prazer de contribuir com uma multa de R$ 53,20. Tenho certeza de que tal dinheiro será bem empregado na conservação do parque...
(O parque a que me refiro obviamente é a Disneylândia, onde certamente algum filhote de deputado irá aproveitar suas férias.)

Por quê não sobretaxar bailes funk, casas de forró e outras perversões da natureza?

Em meio ao caos acinzentado que é este município reluz verdejante o Ibirapuera.

A palavra Ibirapuera vem do tupi antigo ybyrapuera, composto de ybyrá ou imyrá (árvore, cipó, pau, madeira) + puera (velho, estragado, usado, o que foi), significando o que foi pau ou cipó; pau velho, cipó velho, madeira estragada; o que foi árvore.

Concordo com os índios. O Ibirapuera já foi pau e cipó. Agora é fonte de renda da máquina estatal...

Entristece-me morar neste país.

Este é o Malleus Maleficarum, enlutado pelo parque.

4 Comentários:

Anonymous Zeca disse...

Triste, nada... O parque vai ficar mais bem frequentado agora!

5 de março de 2007 00:57  
Blogger Fredgie disse...

Dammit, Hammer... vc não aprendeu nada com as músicas dos Titãs: 'tudo tem que virar óleo pra por na máquina do Estado'...?

Escreva mais.

5 de março de 2007 10:04  
Blogger *Stephanie Mello* disse...

cara, adorei teu ponto de vista.
É isso aew.

PS: Blog legal ! Parabéns.

9 de agosto de 2008 01:50  
Anonymous Anônimo disse...

registrars broadcasts puebla ernest gentle videogame deterrence circumvent trouble chemistryb nikita
semelokertes marchimundui

22 de dezembro de 2009 06:24  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial