segunda-feira, 5 de março de 2007

a tergo


Ouvi hoje na Band News uma bizarra discussão concernente à possibilidade do direito de um homossexual receber pensão após o falecimento de seu parceiro, funcionário público.
Ridículo.
Esse direito é anacrônico per se. Vem da época em que as mulheres nada mais faziam além de esfregar seus umbigos em tanques e fogões entre um parto e outro. Nada mais justo que uma mulher que não trabalha (nem nunca trabalhou) receber o salário de seu finado marido.
Palhaçada é um casal homossexual exigir o mesmo direito.
Tenho a priori minhas ressalvas contra o próprio casamento gay. O objetivo do matrimônio é a formação de família. Homossexuais não podem formar família por seus próprios meios. No meu ponto de vista, se o casamento gay deve ser liberado (com todos os direitos e benefícios decorrentes), também o devem ser o casamento de humanos com bovinos, ovinos, asininos e cininos e, obviamente, o casamento de um coprófago com seu amado tolete.
Isso à parte, é patética a tentativa do cidadão homossexual citado acima de mamar na teta do governo. É sabido e notório que a maioria dos casais homossexuais é formada por dois cidadãos bigodudos e capazes de trabalhar.
Se o sujeito quer receber pensão, que vá parir alguns filhos...

Este é o Malleus Maleficarum.

4 Comentários:

Blogger Fredgie disse...

Eu também sou contra o casamento gay, eu também sou contra a pensão gay, eu também sou contra a paternidade gay.

Por outro lado, também sou contra o casamento hetero, a pensão hetero e a pater|maternidade hetero.

Tem muita gente aqui, no mundo e no Brazí, alertava Abujamra. Raqui-laqui e divórcio para todos, vaticinou Buccheroni.

5 de março de 2007 21:37  
Blogger Der Hexenhammer disse...

Buccheroni tinha a plataforma:

"Saúde, Educação, Raqui/Laqui, Cacetete e Paredão"

Eu voto nele!

5 de março de 2007 23:40  
Blogger Der Hexenhammer disse...

E você sabe que eu tenho meus momentos TFP... hehehe...

5 de março de 2007 23:43  
Blogger Fredgie disse...

E eu, meus momentos TPM!!!

6 de março de 2007 13:43  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial