terça-feira, 27 de março de 2007

Em São Paulo chove cola


Não sei se os nobres leitores já repararam, mas em São Paulo chove cola. É incrível, mas qualquer chuvisquinho consegue parar essa cidade. Parte do problema é culpa da CET - Companhia de Esculhambação do Trânsito - que mostra cotidianamente total despreparo na programação de semáforos, orientação da circulação em zonas complicadas e resolução rápida de complicações casuais, embora demonstre excelência na aplicação de multas de rodízio e na manutenção de radares fotográficos.
O restante é culpa do povo. Ô gente que não sabe dirigir... Abre o sinal, ficam parados. Fecha, querem passar. Abre um pedacinho de faixa à esquerda, bloqueada 30 metros adiante, já se jogam com seus carros (maniazinha de carioca que já foi assimilada por aqui) e, como opera magna, arrastam-se verminosamente assim que a primeira gota atinge o asfalto...
Não dá pra entender.

Este é o Malleus Maleficarum.

1 Comentários:

Blogger Fredgie disse...

Não há solução.

A modorra pusilânime que se instalou na alma brasileira assim o fez quando do primeiro dia de sua própria existência. Em São Paulo, a situação se agrava, dado o grande número de italianos e derivados - conspicuamente a raça mais malmotorista do mundo, ao lado das mulheres e dos japoneses.

Qualquer um que já pegou um gridlock em Roma tente desmentir-me.

Agora, qualquer um que me diga que já caiu num congestionamento em Hamburgo será imediatamente relegado ao limbo das criaturas imaginárias, ao lado do Saci, do João Pestana e do Papai Noel.

28 de março de 2007 14:32  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial